BAIXO CUSTO DE EMISSÃO EM FUNDOS IMOBILIÁRIOS – É possível?

BAIXO CUSTO DE EMISSÃO EM FUNDOS IMOBILIÁRIOS – É possível?

SEGUNDA TURMA DO GERANDO RENDA COM FUNDOS IMOBILIÁRIOS: https://bit.ly/3cj3w4D

O GCRI11 é um fundo de papel da Galápago e em uma conversa com o gestor, cheguei a informação de que o fundo gastou R$0,17 por cota para realizar a emissão do seu fundo imobiliário.

Quando eu soube dessa informação eu não pude deixar de pensar, será possível replicar isso pra outros fundos imobiliários?

Talvez os fundos maiores?

Seria possível um HGLG11 ou KNRI11 fazer uma emissão assim?

Funcionaria pra FOF?

Antes de tudo, o custo da emissão engloba o que?

Como fazer uma emissão tão barata assim? É isso que o Felipe, gestor do GCRI11 vai explicar nessa live.

Felipe Solzki, CFA é sócio e portfolio manager imobiliário da Galapagos Capital, antes disso foi responsável pela gestão de fundos imobiliários no BTG Pactual, além de possuir passagens pela B3 e Banco Pan nos mais de 12 anos de carreira no mercado financeiro.

Formado em ciência econômicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, possui as certificações CFA e CGA.

#emissão #subscrição #GCRI11

Deixe uma resposta